quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

O primeiro animal a ver cores

Incrível descoberta de um fóssil, revela provavelmente o primeiro animal a ver e também distinguir cores.


 https://bio-orbis.blogspot.com/2015/01/o-primeiro-animal-ver-cores.html
Fóssil do peixe descoberto, datado do Carbonífero, Acanthodes bridgei. Crédito da imagem: Gengo Tanaka et al.

VAMOS DESCOBRIR...

Os paleontólogos acharam fóssil de um peixe do Carbonífero com uma retina bem preservada. De acordo com uma equipe do Reino Unido e Japão, liderada pelo Dr. Maeda Haruyoshi de Kyushu University Museum, a visão para ver em cores evoluiu em animais a muito tempo atrás, mais ou menos uns 300 milhões de anos (no período Carbonífero). Dr. Maeda e seus colegas estudaram os tecidos do olho fossilizado do peixe de 300 milhões de anos de idade, chamado Acanthodes bridgei e fizeram descobertas incríveis.

O espécime (uma espécie extinta de peixes que se assemelha a um pequeno tubarão) foi descoberto em Hamilton, Kansas, nos Estados Unidos. Ele foi digitalizado sob um microscópio eletrônico e posteriormente em análise química, e o fóssil mostrou evidência de células do cone e hastes na retina.


Reconstrução de como seria em vida de Acanthodes bridgei. Fonte da imagem: Heritagedaily

"Este olho de peixe fóssil é a primeira evidência para sugerir que os animais viam a cores à 300 milhões de anos", disse o Prof Andrew Parker do Museu de História Natural de Londres, que é um co-autor do artigo publicado na revista Nature.

Outras partes do sistema visual não foram preservadas no registro fóssil, porque o tecido mole do olho e cérebro decompõem rapidamente após a morte. "É o primeiro caso de visão de cores em um antigo animal extinto, provando que a visão há cores existia à um longo tempo antes do período Jurássico," disse o professor Parker.



(A) Espécime completo visto dorsoventralmente; A cabeça, incluindo um par de olhos castanho escuro / preto, na parte abaixo a esquerda. (B, C) Detalhes da região da cabeça e do olho direito. Fonte da imagem: Nature.

A retina de Acanthodes bridgei é muito bem preservada, permitindo para os paleontólogos encontrarem o primeiro registro de células de cone e hastes oculares em animais. O Prof Parker acrescentou: "ambos são como na retina de um moderno olho humano e animal que permitem a visão para ver as cores."

"Podemos agora usar essas técnicas para analisar os pigmentos de cor em outros animais antigos, trazendo-nos mais perto do momento em que a visão para ver cores evoluiu em primeiro lugar."

Fonte: Sri-News.com.

INCRÍVEL DESCOBERTA! MAS NÃO PARE AGORA, POIS AQUI AINDA TEM MUITO MAIS O QUE DESCOBRIR. PARA ACESSAR OS LINKS BASTA CLICAR NOS TÍTULOS OU NAS IMAGENS ABAIXO:

Celacanto: fóssil vivo

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2014/01/celacanto-fossil-vivo.html

A Evolução Primitiva do Cabelo

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2015/11/a-evolucao-primitiva-do-cabelo.html

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2015/06/conhecam-o-bebe-do-gelo.html

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2014/01/a-primeira-flor.html

 https://bio-orbis.blogspot.com/2015/01/o-registro-fossil-do-cuidado-parental.html

E VENHAM SEGUIR NOSSAS INCRÍVEIS COLEÇÕES NO GOOGLE+. PARA ACESSAR OS LINKS BASTA CLICAR NAS IMAGENS ABAIXO E SEGUIR:
 
 https://plus.google.com/collection/YU0mQB https://plus.google.com/collection/YLgT0
 
 https://plus.google.com/collection/ARSoQB https://plus.google.com/collection/cI6dQB

Nenhum comentário:

Postar um comentário