segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

O maior primata que já existiu: conheçam o Gigantopithecus

É o pé-grande? É o abominável-homem-das-neves? É algum tipo de experimento científico? Nenhum desses, mas sim um primata que faz o gorila parecer pequeno ao seu lado.


 https://bio-orbis.blogspot.com/2015/02/o-maior-primata-que-ja-existiu-conhecam.html
Reconstrução em vida do Gigantopithecus.

VAMOS DESCOBRIR...

Gigantopithecus (do grego gigas = gigante "γίγας", e pithecus = macaco "πίθηκος") é um gênero extinto de primata, que viveu no Pleistoceno - aproximadamente entre 5 milhões e 100 mil anos atrás - na China, Índia e no Vietnã, habitando o mesmo lugar e em épocas similares à dos primeiros hominídeos, como, por exemplo, o Homo erectusOs fósseis encontrados sugerem que o Gigantopithecus foi a maior espécie de primata que já viveu. 

Molar (holótipo) de um Giganthopithecus blackiAo fundo o Prof. Friedemann Schrenk.

Ele era provavelmente quadrúpede e herbívoro, sendo o bambu o alimento principal em sua dieta, que era suprida com frutas - embora alguns paleantropólogos afirmem tratar-se de um onívoro.

A razão pela qual o Gigantopithecus foi extinto ainda é controversa. 

Alguns pesquisadores acreditam que sua extinção se deve às mudanças climáticas ocorridas no seu habitat; outros apontam, entre outras razões, a competição de espécies mais adaptadas ao mesmo ambiente em que o Gigantopithecus vivia.

Comparação entre os crânios de Humano, Gorila e do Gigantopithecus.

Pesquisas paleoantropológicas realizadas nos diversos dentes encontrados em um sítio na caverna de Liuzhou na China e em alguns encontrados em sítios no Vietnã sugerem que o Gigantopithecus habitou quase toda região oeste da Ásia. Uma espécie diferente, o Gigantopithecus giganteus, também foi encontrada ao norte da índia.


Mandíbula de um Gigantopithecus.

Com base nos fósseis encontrados - inicialmente molares de aproximadamente 2,5 centímetros (recuperados em lojas tradicionais de medicina chinesa), sabe-se que o Gigantopithecus tinha mais ou menos 3 metros de altura e pesava algo entre 300 e 500 kg - sendo de duas a três vezes maior do que os atuais gorilas.


Comparação de tamanho corporal entre Humano, Gorila e o Gigantopithecus

Os primeiros vestígios dos Gigantopithecus, descritos por um antropólogo foram encontrados em 1935 por Ralph von Koenigswald em uma bótica. Dentes e ossos fossilizados são frequentemente triturados até virar pó e utilizados em alguns ramos da medicina tradicional chinesa.

Fonte: Wikipédia


E NÃO DEIXE DE SEGUIR NOSSAS INCRÍVEIS COLEÇÕES NO GOOGLE+, É SÓ CLICAR NAS IMAGENS ABAIXO PARA ACESSAR E FICAR CONECTADO: 

 https://plus.google.com/collection/cI6dQB https://plus.google.com/collection/YLgT0

https://plus.google.com/collection/YU0mQB https://plus.google.com/collection/8ZnoQB


QUE ANIMAL EXTRAORDINÁRIO. MAS NÃO PARE AGORA, ABAIXO TEM MAIS ANIMAIS INCRÍVEIS TAMBÉM, É SÓ CLICAR NOS TÍTULOS OU NAS IMAGENS PARA ACESSAR OS LINKS:

Gigantopithecus: pode ter sido extinto pelo seu grande tamanho

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2016/01/gigantopithecus-pode-ter-sido-extinto.html


Vocês Conhecem o Muriqui?

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2014/03/muriqui-o-maior-primata-das-americas.html


2 comentários:

  1. Certo dia um repórter me perguntou se eu acreditava na existência do Pé-grande (em inglês: Bigfoot; ou Sasquatch ou Caiola). Nome científico Gigantopithecus giganteus. Eu respondi que sim e que ele é o governador do Estado do Rio, conhecido, também, como Pezão.

    ResponderExcluir