DESCUBRA AQUI!

terça-feira, 19 de maio de 2015

Seres humanos já ocupavam florestas tropicais a 20.000 anos atrás

De acordo com um novo estudo conduzido por Patrick Roberts, da Universidade de Oxford, Reino Unido, seres humanos já usavam os recursos de florestas tropicais a partir de pelo menos 20.000 anos atrás.

Floresta da montanha no Sri Lanka. Crédito da imagem: Faslan / CC BY-SA 3.0.
VAMOS DESCOBRIR...

O estudo, publicado na revista Science, analisou os isótopos de carbono e oxigênio nos dentes de 26 indivíduos, com a datação mais antiga por volta  de 20 mil anos atrás. Todos os dentes sugeriram uma dieta em grande parte proveniente de florestas tropicais.

Anteriormente, pensava-se que os seres humanos não ocupam florestas tropicais para qualquer período de tempo até 12 mil anos após essa data, e que as florestas tropicais foram em grande parte intocadas, até 8.000 anos atrás.

"A metodologia isotópica aplicado em nosso estudo já foi usado com sucesso para estudar como os primatas, incluindo os grandes símios africanos, se adaptaram ao seu ambiente de florestas", disse o autor do estudo sênior Prof Julia Lee-Thorp, também da Universidade de Oxford.

"No entanto, esta é a primeira vez que os cientistas têm investigado antigos fósseis humanos em um contexto de floresta tropical para ver como nossos mais antigos antepassados ​​sobreviveram em tal habitat."

Prof Lee-Thorp, Patrick Roberts e seus colegas estudaram os dentes fossilizados de 26 seres humanos de um intervalo de datas - de 20.000 a 3.000 anos atrás. Todos os dentes foram escavados a partir de três sítios arqueológicos no Sri Lanka, que estão hoje cercados por densa floresta tropical ou qualquer terreno mais aberto.

A análise dos dentes mostraram que todos os seres humanos tinham uma dieta proveniente de floresta tropical, ambientes ligeiramente abertos e intermédios.

Apenas dois deles mostrarem uma assinatura reconhecível de uma dieta encontrada de pastagens abertas. No entanto, estes dois dentes foram datados de cerca de 3.000 anos, quando a agricultura começou a desenvolver na região.

"Este é o primeiro estudo para testar diretamente quanto os primeiros humanos dependiam da floresta para a sua dieta", disse Roberts.

"Os resultados são significativos em mostrar que os primeiros humanos no Sri Lanka foram capazes de viver quase que inteiramente com comidas encontradas nas florestas, sem a necessidade de mover-se em outros ambientes."

"Nossos primeiros ancestrais humanos eram claramente capazes de se adaptar com sucesso a diferentes ambientes extremos."

Fonte: Sri-News.com

INCRÍVEL DESCOBERTA. MAS NÃO PARE POR AQUI, ABAIXO TEM MUITO MAIS PRA VOCÊS (CLIQUEM NOS TÍTULOS OU NAS IMAGENS APARA ACESSAR OS LINKS):

Um elo perdido

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2015/10/um-elo-perdido.html


Nenhum comentário:

Postar um comentário