sábado, 22 de fevereiro de 2014

O corvo: olhar intimidante

Uma nova pesquisa mostra que a Gralha-de-nuca-cinzenta (Corvus monedula), um pássaro de tamanho médio, de penas escuras da família do Corvo, afugenta gralhas concorrentes com um olhar fulminante.

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2014/02/o-corvo-olhar-intimidante.html

VAMOS DESCOBRIR...

Os cientistas sabem há muito tempo que dirigir olhares pode dar medoMas os seres humanos não são os únicos com olhares de alerta: Os biólogos descobriram que os olhos, ou até mesmo algo que apenas se parece com os olhos, pode ser assustador. Iguanas, peixes-joia, pardais , estorninhos e gralhas foram todos conhecida a fugir da vista dos olhos, que podem ser interpretados como pertencentes a um predador.

Mas a Universidade de Cambridge, a pesquisadora Gabrielle Davidson queria saber se os pássaros também usam olhares de reprovação com sua própria espécie, em particular, para assustar os concorrentes. Ela escolheu estudar gralhas porque seus olhos são especialmente visíveis, com grandes íris brancas que emolduram olhos negros contra penas escuras.

Para testar sua ideia, ela mostrou um grupo de gralhas selvagens um dos quatro círculos distintos: um círculo que tinha a vista frontal de um rosto da gralha, completo com olhos brancos, o mesmo rosto, mas com os olhos inteiramente pretos; um círculo preto com um par de apenas olhos brancos, e um círculo de controle que estava completamente preto.

Seus olhos podem servir de aviso para indicar que um ninho está ocupado.
Os círculos foram colocadas diretamente por trás da abertura de uma casa de pássaro, "birdhouse", de modo que eles eram facilmente visíveis para as gralhas selvagens. Uma vez que estas aves fazem seus ninhos em cavidades semelhantes a uma casa de passarinho, vendo as íris brancas, poderia ser um sinal para os pássaros que a área é ocupada.

Além do mais, lutando com outra gralha por um local de nidificação pode levar a ferimentos ou até a morte, o que dá as gralhas um incentivo muito grande para ser cautelosas antes de invadir o território do outro.

Davidson e suas colegas mediram quanto tempo as aves ficaram perto da casa de passarinho quando os círculos diferentes foram exibidos .Se os olhos agiram como uma ameaça para as outras gralhas, então as aves devem gastar menos tempo perto da casa de passarinho e visitá-los com menos frequência quando os círculos que mostravam os olhos brancos foram exibidos. Isto é exatamente o que os pesquisadores descobriram, de acordo com o estudo, publicado esta semana na revista Biology Letters. Nenhuma palavra ainda sobre se um olho de uma águia tem o mesmo efeito.

Vejam um vídeo abaixo (em inglês) do canal Geo Beats News, como demonstração:


Fonte: National Geographic


INCRÍVEL PÁSSARO COM HABILIDADE ASSUSTADORA NÃO É MESMO? MAS NÃO VAMOS PARAR POR AI COM AS CURIOSIDADES, VEJAM MAIS ABAIXO (CLIQUE NOS TÍTULOS OU NAS IMAGENS PARA ACESSAR O LINK):

A origem do voo das aves

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2017/02/a-origem-do-voo-das-aves.html


Nenhum comentário:

Postar um comentário