quarta-feira, 25 de março de 2015

Os primeiros fósseis dos Macacos Sul americanos

Três novos macacos extintos que viveram no que é hoje o Peru, aproximadamente 36 milhões de anos atrás, foram descobertos por uma equipe de paleontólogos liderados pelo Dr. Kenneth Campbell, do Museu de História Natural do Condado de Los Angeles.

Esta é uma pintura artística do que o mais velho macaco conhecido da América do Sul, Perupithecus ucayaliensis, como poderia ter se parecido; tinha o tamanho de um esquilo, mas com uma cauda mais longa, e provavelmente pesava menos de 250 gramas. Crédito da imagem: Jorge González.


As características dos dentes desses primeiros macacos fornecem a primeira evidência de que os macacos da América do Sul, na verdade, tem uma ascendência Africana.

Até agora, os registros fósseis mais antigos de macacos do Novo Mundo - macacos encontrados na América do Sul e América Central - vieram de Salla, Bolívia e data para 26 milhões de anos atrás (período: Oligoceno Superior).

Os novos fósseis indicam que os macacos chegaram pela primeira vez na América do Sul pelo menos 36 milhões de anos atrás.

A América do Sul antigamente, era um continente ilha, que durou milhões de anos. Geograficamente isolada da África, como resultado dos movimentos das placas tectônicas mais de 65 milhões de anos atrás, este continente testemunhou a evolução de muitos grupos desconhecidos de animais e plantas.

De tempos em tempos, os animais mais familiares para nós hoje conseguiram chegar a esta grande ilha, no qual, os seus restos aparecem abruptamente no registro fóssil.

No entanto, as primeiras fases da história evolutiva dos macacos na América do Sul têm-se mantido envolta em mistério.

Muito tempo se pensou, uma hipótese de terem conseguido uma viagem transatlântica ao longa da África, a evidência para esta hipótese foi difícil suportar sem dados fósseis.

Dr. Campbell e seus co-autores descobriram o primeiro dos novos fósseis em 2010, mas porque era tão estranho para a América do Sul, que levou mais dois anos para perceberam que era de um macaco primitivo.

Evidências crescentes vieram como resultado de maiores esforços para identificar minúsculos fósseis associados com a primeira descoberta.

Dr. Campbell, que é um autor correspondente do artigo publicado na revista Nature, disse que esses fósseis empurraram para trás a colonização da América do Sul por macacos em pelo menos 10 milhões de anos.

Fonte: Sri-News.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário