DESCUBRA AQUI!

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Argentinos criam gerador portátil de energia eólica

O gerador atinge uma potência de 2,5 megawatts-hora, o que equivale a uma média de 40% a 70% do consumo de uma casa em Buenos Aires.

Equipamento pode ser usado em grandes centros urbanos.


Em 2009, na Argentina, Ignacio Juárez fundou, junto com um parceiro, a Semtive, uma empresa de energia renovável. Com o passar do tempo, perceberam que investir na criação de suas próprias turbinas, adaptadas às necessidades de sua região, iria representar maior economia e um rendimento melhor.

Geralmente turbinas eólicas se encontram em campos abertos, mas Juárez queria investir na criação de uma que pudesse trabalhar nas cidades e com a disponibilidade de ventos que existem nelas. O que faz de seu equipamento portátil diferente de outros que já existem em espaços urbanos é o fato de serem adaptados à realidade argentina. Desse modo, ele é mais barato e eficiente, sem contar que apresenta tamanho e complexidade reduzidos.

GERADOR PARA CASAS E EMPRESAS

A turbina criada por Juárez atinge uma potência de 2,5 megawatts-hora, o que equivale a uma média de 40% a 70% do consumo médio de uma casa em Buenos Aires. A Semtive comercializa as suas turbinas em residências privadas e usa painéis solares como apoio para aumentar a eficiência energética.

Além de propriedades privadas, a empresa tem o governo da cidade de Buenos Aires como um de seus principais clientes e é responsável pela energia de postes instalados em parques e espaços verdes. O conjunto destes postes custa US $ 4.000, que é 20% menos do que uma conexão de instalação convencional para uma rede elétrica existente.

As turbinas para uso residencial com um tamanho de dois metros de altura e um metro de diâmetro pesam aproximadamente 80 kg, e custam cerca de US $ 3.500 (cerca de 33.000 pesos, ou 3.125 euros). Um investimento sustentável e que representa grande economia.

Um comentário: